Encerrado ontem (22/11), o Mondial de La Biere ousou em seus famosos postos de hidratação, onde disponibiliza água gratuita em galões para os consumidores tanto se hidratarem quanto lavarem seus copos. Dessa vez, ao invés de água, os organizadores disponibilizaram Skol ULTRA (Uma Lager Terrivelmente Ruim e Aguada).

-Nossa ideia é ser um evento 100% cervejeiro. A princípio entramos em contato com a concorrente, Cerveja 100%, aquela que não podemos falar o nome… mas eles não toparam o desafio. Depois pensamos na Skol Ultra, e a negociação foi muito simples, porque o Oráculo Cervejeiro, além de criador da receita, é um amigo que cultivo há bastante tempo – afirmou Cilada Saidimim enquanto bebia uma Kriek Índia Lambic Chocolate feita por um cervejeiro caseiro que ganhou stand no evento e medalha de ouro.

Segundo dados levantados por nós mesmos, os frequentadores do festival não perceberam a substituição, como já apostavam os idealizadores do evento. Entrevistado pelo correspondente do Cervejonalista, um deles manifestou sua surpresa.

-Fui todos os dias ao Mondial, e segui a orientação de beber um copo d’água a cada copo de chope. Realmente para mim é uma surpresa, já que em momento algum supus que a água na verdade se tratava de uma outra cerveja – afirmou Y, que preferiu não se identificar, já que nas horas vagas é um renomado çommeliê de feicibuqui.

Anúncios