Mesa cheia, família reunida. É hora de cuidar dos detalhes para uma experiência gastronômica de verdade. O Sommelier Clarimundo Armadilha, que já recuperou a boa forma após o acidente com a feijoada, acredita que o preparo começa com a caça adequada. Ele destaca que é fundamental esperar o coelho esconder os ovos de chocolate para fazer o ataque e abater de uma vez só, para manter a carne suculenta.

-A carne do coelho da Páscoa é muito boa para ser degustada no domingo. Pode harmonizar bem com Doppelbock, uma ale alemã potente. A gordura do coelho vai muito bem com o lúpulo desta cerveja. Para o coelho de chocolate, minha sugestão é combinar com uma deliciosa Malzbier bem gelada, canelinha de pedreiro.

Azi Abraba, especialista em digestão cervejeira, traz um alerta para esta época do ano.

-Temos percebido inúmeros casos de overdose de Stout nesse período. O problema, conhecido como Síndrome de Nero, aumenta muito o número de células tostadas no sangue, o que é um perigo para a saúde – afirma, preocupado.

Anúncios