Uma brassagem aberta no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira , foi escolhida como abrigo por um Pokémon. O curioso é que o monstrinho foi parar bem dentro do balde fermentador, que havia acabado de receber o mosto.

-Me assustei com a quantidade de pessoas presentes, porque criei o evento da brassagem no Facebook e apenas sete pessoas haviam confirmado presença, e outras duas demonstrado interesse. Fiquei feliz, mas logo vi que aquela multidão estava ali apenas para caçar o Pokémon que estava no balde. Fiquei arrasado, porque agora, além de saber que o evento foi um fiasco, ainda corro risco de ter minha produção contaminada com algum off-flavor proveniente desse Pokémon. Com certeza ele não foi devidamente  sanitizado – afirmou Odair Brecht, cervejeiro caseiro já bem conhecido pelos cariocas.

Pessoas que estavam no local relatam o desapontamento do cervejeiro, que antes de reparar no que estava acontecendo, ao olhar a tela do celular de uma pessoa, ainda pensou que o Pokémon fosse uma levedura selvagem registrada por algum aplicativo revolucionário de celular.

-Foi difícil colocá-lo na realidade. No momento em que viu o Pokémon, o cara vibrou e disse que chamaria a cerveja de “Odair Brett”, numa auto homenagem. Contamos do que se tratava, e ele ainda relutou, dizendo então que chamaria de Lambic GO – afirmou uma testemunha que preferiu não se identificar por morrer de vergonha de jogar Pokémon GO.

Anúncios