O mundo amanheceu (exceto o Japão, onde já era final da tarde) com Donald Trub eleito presidente dos Estados Unidos. O que muitos não esperavam era que a prática de harmonização entre cerveja e comida fosse afetada pelo pacote de medidas relacionadas a imigrantes na próxima gestão da Casa Branca. A equipe do Cervejonalista, que cursou todos os níveis do Ibeú, traduziu parte do discurso da vitória.

-American IPA para os americanos! Repitam! American IPA para os americanos! A partir do meu primeiro dia de mandato ficará proibida a harmonização entre American IPA e comida mexicana! Tacos, por aqui, agora só os de Baseball! Burritos, só meus eleitores! – bradou Donald Trub, que supostamente tomará tais medidas para proteger o consumo dos sanduíches do McDonalds, que é empreendimento de sua família.

Através das redes sociais, políticos brasileiros manifestaram apoio à decisão do novo presidente, bem como o Deputado Federal Djair Brownsolnaro, que é facinho de confundir com João do Caminhão.

-Parabéns aos americanos, parabéns ao Trub! Acho certo acabar com esse papo de harmonização entre comida mexicana e American IPA. Macho não fica debatendo sobre o caráter condimentado do lúpulo acrescentando ao picante do molho e da carne. Macho de verdade não se preocupa se a carbonatação da cerveja corta a gordura presente no prato, e muito menos se paleta mexicana é ótima para fechar uma sequência de degustação de American IPA, uma vez que mantém o amargor na boca através do café, mas equilibra a experiência com o doce de leite. Macho não se preocupa com isso! – postou Brownsolnaro.

Anúncios