Em crise, o governo do Rio de Janeiro debate um pacote de medidas na ALE-RJ para cortar custos, mas por outro lado também propõe o aumento de preço e sofisticação em alguns serviços, bem como é o caso dos restaurantes populares, onde hoje as pessoas mais pobres podem fazer refeições completas por apenas dois reais. O governador Luiz Ferdinando Pilsão falou com o Cervejonalista sobre o assunto.

-Hoje temos uma nova camada pobre na sociedade, e é dela que pretendemos cuidar. A classe média perdeu muito poder de consumo, mas ainda assim, com muita dificuldade, mantém fotos de comida gourmet e cerveja artesanal no instagrão. O que queremos é assegurar esse direito à classe média, porém sem comprometer o pagamento de IPVA, conta de luz, gás e financiamento da casa própria. É importante dizer que muitos preferiram inclusive hipotecar imóveis à deixarem de postar uma smoked barleywine envelhecida em barril de umburana que foi utilizado para armazenar cachaça num alambique do interior de MG. New England IPA está em alta, então fechamos parceria com a cervejaria Abra Kadabra, que já nos mostrou ser possível dividir seu latão em três copos de 200ml, otimizando os custos. Com isso se torna perfeitamente possível trocar o refresco por essa opção, inclusive mantendo o padrão estético, que é bem semelhante entre os dois – concluiu Pilsão, não segurando o riso no final.

Com a nova medida, cada unidade da rede de restaurantes populares terá um sommelier responsável por conferir se os copos estão limpos e também por servir corretamente a bebida. Alguns cursos, já de olho no novo nicho de mercado, oferecem formação relâmpago de apenas uma hora de duração, já que o profissional irá lidar com apenas um estilo de cerveja.  O governador salientou também que os clientes contarão com WiFi liberado durante as refeições, garantindo suas postagens. O preço ainda é estudado pela equipe econômica, que garante que mesmo ficando mais caro, a refeição harmonizada custará bem menos que a unidade do croquete holandês no bar do cervejeiro Leopardo Golfinho.

Anúncios