O SICOBE (Sistema Investigativo de Cobrança Obtusa por Bebidas e Engradados), órgão do governo especializado em tomar conta da vida dos cervejeiros, registrou uma queda de 27% na produção de cerveja em todo território nacional.

-Muita gente especula que seja por causa da crise econômica, mas o país já se encontra tão no fundo do poço que não seria possível beber menos cerveja – explica o intrigado economista Samuel Adams Smith.

A explicação vem do Departamento de Invenções Estimadas por Estatísticas do Setor Etílico (DIEESE), que analisou o comportamento online de toda a panelinha cervejeira do país.

O primeiro sinal foi uma queda na produção a partir de 10 de janeiro, com uma parada completa em todas as cervejarias no dia 13 de janeiro, uma sexta feira 13. Primeiramente atribuída a superstição por parte das cervejarias, a causa foi identificada como todos os cervejeiros do país respondendo a enquete nos últimos dias.

Acompanhando a progressão do fenômeno, a justificativa para a redução na produção foi que os cervejeiros estão parando para ler os resultados da enquete, publicados diariamente a partir desta semana.

-Como o crescimento do número de participantes na enquete, a estimativa é que a redução na produção de cerveja se estenda até julho, impactando até mesmo o PIB – concluiu Smith.

Anúncios