A operação Carne Fraca, comandada pela PF (Pilsner Federal), desmascarou a qualidade das carnes consumidas pelo Brasileiro. A hamburgueria gourmet Helles Burger, antenada na situação, resolveu adaptar a qualidade das carne nacional na harmonização de seus sanduíches com as cervejas disponíveis em seu cardápio.

-A tendência sempre foi harmonizar hambúrguer com IPA, mas agora observamos que existem outras possibilidades. Confesso que ficamos bastante contentes em saber do diferencial da carne brasileira, que possibilita a harmonização por semelhança com diversos tipos de lambic, ressaltando o caráter azedo presente tanto no sanduíche quanto na cerveja. Na verdade não sei como não enxergamos essa possibilidade antes, já que usamos diversos queijos mofados, que custam mais caro que lata de NE IPA-afirmou Ralf Muros, que além de dono da hamburgueria, também é Sommelier.

A tendência já se espalha por outras hamburguerias, que inclusive aumentaram as possibilidades de harmonização.

-Agora sim, emplacaremos um jeito brasileiro de servir hambúrguer e harmonizar com cerveja. Lambic é legal, e vamos usar, mas é importante destacar que o papelão, presente na carne moída, harmoniza com off flavor de cerveja oxidada. Sendo assim, além de comprar carne barata, os restaurantes poderão armazenar de forma errada as cervejas, aumentando mais ainda a margem de lucro e cobrando 30 reais por sanduíche para a galera postar no Instagrão – afirmou Frida Boi, consultora de harmonização e negócios alimentícios.

Anúncios