O sempre polêmico Alexandre Frota acaba de lançar seu novo projeto pessoal, de suma importância para o povo brasileiro. O ex-ator conversou com Luis Dias Cetil, líder da Bancada Amanteigada da Câmara, sobre sua proposta, e promete levar inclusive ao DMS (Departamento Mais Sommelier) a discussão. O programa Boteco sem Cerveja fará com que garçons não possam mais falar a palavra cerveja, oferecer chope ou qualquer tipo de propaganda que leve a este consumo induzido. Frota explica sua luta:

-A doutrinação do público dos botecos para consumir cerveja é uma vergonha. É no Brasil todo, o estímulo à essa bebida, sempre ela. São palavras maliciosas que vão entrando na mente dos nossos jovens, mensagens subliminares. O símbolo da Heineken, a cerveja que vem crescendo no país é o que? Uma estrela vermelha. O rótulo da Brahma, a mais popular, também vermelho. E para piorar, cada vez mais essas cervejas vão saindo do caminho da publicidade sexissista e se alinhando com idéias comunistas esquedopatas de que a cerveja é para todos e ajuda na socialização. Todos sabem que a socialização é o caminho para o socialismo bolchevique petralha do PSOL. Basta! – exclamou enquanto fazia cara de mau e dava pequenos socos no peito.

Em nota, Luis Dias Cetil informou que vai avaliar a reivindicação de Frota, mas promete defender os interesses da sua bancada.

Anúncios