Foi confirmada hoje a compra do Vaticano pela gigante AmBev com o único interesse da produção de uma autêntica cerveja trapista. Após esta manobra a mega cervejaria se auto certifica para obtenção do selo trapista e passará a também produzir cervejas em mosteiros.

Ricasso Amorim, representante da marca, nos explicou os planos para a nova aquisição.

-Nossa primeira ação será mudar o nome do Vaticano para Wälsticano, dando maior identidade à nossa marca. Estamos preparando também a substituição do atual Papa pelo cantor Zeca Pagodinho, que aos domingos irá rezar da sacada o Angelus ao som de “Deixa a vida me levar”, e o garoto propaganda da Brahma passará a ser o Padre Fábio de Melo. Finalmente teremos um Papa Brasileiro né, e ganhando da Argentina sempre é mais gostoso – afirmou empolgado.

Com a aquisição a AmBev se tornará a maior cervejaria do mundo com o selo da ordem Trapista. Joseph Phillip Cabrito, alquimista artesanal da gigante e que irá elaborar as receitas trapistas, falou sobre os projetos.

-Fiquei sabendo que nos Estados Unidos está para ser lançada uma trapista Pilsen. Não podendo ficar de fora, faremos então um novo estilo e que chamaremos de Standard Trappist Lager, uma cerveja feita com água benta, adição de dry hóstia e defumada nas missas de domingo. Estou bem animado para finalmente ter minhas cervejas com o selo trapista e com rolhas de cortiça – disse.

Anúncios